Rio Claro confirma mais 2 mortes por Covid-19 e decide manter comércio não essencial fechado

Municipio soma 52 óbitos desde o início da pandemia.

Cidade avançou para a fase laranja do Plano São Paulo, mas vai se manter na fase vermelha por conta da alta de casos.

Cidade de Rio Claro (SP) Ronaldo Oliveira/ EPTV A Prefeitura de Rio Claro (SP) confirmou mais duas mortes por Covid-19 nesta segunda-feira (13), somando 52 óbitos desde o início da pandemia.

A cidade registrou mais 22 casos da doença, totalizando 1.649. Em uma reunião transmitida pela Câmara, a administração municipal também informou que decidiu manter o comércio não essencial fechado, mesmo avançando para a fase laranja do Plano São Paulo.

A cidade permanecerá na fase vermelha por 12 dias, a partir da quarta-feira (15) e até o dia 26 de julho.

Mortes e internados As duas mortes são de duas idosas que estavam hospitalizadas.

As idades delas não foram informadas.

O número de pessoas internadas por coronavírus, incluindo casos suspeitos, é 72, sendo 29 em hospitais públicos e 43 em hospitais particulares.

São 27 pessoas em UTI , com 18 no Sistema Único de Saúde (SUS) e nove na rede privada. Dos novos casos positivos, dois pacientes estão hospitalizados e 20 em isolamento domiciliar.

Até o momento 898 pessoas se recuperaram da doença no município.

Há dois óbitos em investigação.

Casos dobrando a cada 12 dias Segundo o professor da Unesp José Roberto Gnecco, que é coordenador do Grupo Executivo Anti-Covid-19, os casos estão dobrando na cidade a cada 12 dias. "Em Rio Claro, cada infectado contamina 2 pessoas.

Não é de um para um, é uma progressão geométrica.

[Foram] 17 mortos nos primeiros 10 dias de julho, mais 2 hoje.

É uma situação que não está fora de controle.

A situação está fora de controle quando todos os leitos de UTI estiverem ocupados", disse.

A Guarda Municipal já fez 135 fiscalizações de irregularidades na quarentena, com 40 notificações e 2 bares lacrados.

Fase vermelha mantida Rio Claro e outras dez cidades da área de cobertura da EPTV Central, afiliada da TV Globo, avançaram para a fase laranja na 6ª atualização do Plano São Paulo.

Nessa fase, a abertura de concessionárias, imobiliárias, escritórios, comércio e shopping pode acontecer com restrições. Com os casos ainda em alta, Rio Claro vai se manter na fase vermelha, mantendo fechado todo o comércio não essencial.

Bares, restaurantes, salões de beleza e academia também continuarão fechados.

Os bares não poderão funcionar em nenhuma modalidade de atendimento, o que inclui delivery e drive-trhu. “ (...) nossa decisão será sempre em prol da saúde e da vida.

A taxa de ocupação de leitos está perto do limite e isso, somado à gravidade dos casos, norteou a decisão.

A retomada da economia é importante, mas deve acontecer no momento oportuno, já que não podemos correr o risco de termos a situação da doença ainda mais agravada no município”, disse o prefeito de Rio Claro, Juninho da Padaria. Nos demais setores continuam vigorando as regras atuais, em que estão autorizados a funcionar apenas os estabelecimentos comerciais considerados essenciais, como supermercados, padarias e farmácias.

Os estabelecimentos devem adotar cuidados com a higienização e medidas que evitem aglomerações.

O uso de máscaras continua sendo obrigatório. Plano do governo de São Paulo para flexibilização da quarentena no estado Governo de SP/Divulgação Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text
Categoria:SP - São Carlos e Araraquara